Alugar ou comprar um imóvel?

Todo mundo sonha com a casa própria. Mas você já parou para pensar no valor desse sonho? Enquanto algumas pessoas passam boa parte de suas vidas economizando centavo por centavo para aquisição de um imóvel e para livrar-se das prestações do financiamento, outras apostam justamente no aluguel. Ambas as alternativas oferecem aspectos positivos e negativos, tudo depende do objetivo de cada um. Antes de tomar uma decisão, deixe de lado a impulsividade e dê uma paradinha para avaliar os benefícios que cada opção tem a oferecer.

 

Aluguel

Vantagens

Liberdade: em situações que o profissional é transferido de cidade com certa frequência, apostar no aluguel pode fazer toda a diferença, pois possibilita total liberdade e flexibilidade;

Rapidez: a espera pela chave da casa própria pode demorar muito tempo, enquanto a negociação de um contrato de aluguel exige um curto período de tempo;

Localização: morar de aluguel perto do trabalho traz benefícios financeiros como menor gasto com combustível. Além disso, facilita o uso de transporte público;

Sem imposto: inquilino é livre de pagar o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano);

Sem despesas extras: manutenções com pintura e estrutura predial são responsabilidades do proprietário do imóvel e não de quem aluga.

 

Desvantagem Interminável: a conta do aluguel não acaba nunca, enquanto que a compra do imóvel pode demorar, porém, no final, o imóvel será seu.

 

Imóvel próprio

Vantagens

Fonte de renda: é um bem adquirido e pode se tornar uma alternativa para fonte de renda no futuro;

Negócio: para quem investe para depois revender, é importante lembrar que bens menores são mais fáceis de vender.

 

Desvantagens

Depreciação: um edifício de mais de 20 anos e um novo tem o preço do metro quadrado bastante diferente;

Investimento: caso a intenção da pessoa seja comprar um imóvel para questões de investimentos, a melhor alternativa é fundo imobiliário, pela facilidade de vender e não precisa pagar imposto de renda sobre ele;

Imposto: todo ano será preciso ter uma reserva financeira para o pagamento do IPTU;

Manutenção: despesas com reformas, consertos e manutenções saem do seu próprio bolso.