Taxa Selic e Inflação: entenda a relação entre elas

Nos últimos meses, muito se tem falado de taxa Selic e inflação. A Selic é a taxa básica de juro brasileira, utilizada como referência pelos bancos, principalmente. Quando os preços ao consumidor começam a subir, o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) opta por elevar a taxa de juro, numa tentativa de conter a inflação. Com taxas mais altas, os consumidores tendem a fazer menos empréstimos e assumir menos dívidas: compram menos e evitam as compras parceladas. Quando há uma redução no consumo, os preços tendem a baixar. Já ouviu falar de “quanto maior a oferta, maior a demanda”? Significa que quando as pessoas estão dispostas a consumir, os produtos somem das prateleiras e os preços sobem. Com as taxas de juros em elevação, refletimos mais sobre o uso do crédito e procuramos analisar melhor quais produtos financeiros são mais indicados para nossos investimentos. Em Renda Fixa, algumas modalidades utilizam como referência a Selic. Já outras, têm sua rentabilidade atrelada à inflação. É importante conhecer cada uma delas para poder investir melhor!