Como saber qual o melhor investimento para você?

Um consumidor consciente, ao comprar um produto, sabe exatamente do que precisa, avalia as características da mercadoria, compara preços e condições de pagamento, reflete se o item corresponde à sua necessidade, para finalmente tomar sua decisão, certo?

 

Na hora de investir, o raciocínio deve ser parecido. Afinal, ao aplicar o seu dinheiro você está adquirindo um produto de investimento, na expectativa de rentabilidade. Primeiro, você deve se conhecer como investidor, definir e detalhar suas necessidades. Depois, analisar as alternativas de investimento, de forma a escolher aquela que mais se adapte ao seu perfil. Confira o passo a passo:

 

Qual o seu perfil de investidor?

 

Existem, basicamente, três perfis de investidor: conservador, moderado e agressivo.

 

O investidor mais conservador busca aplicações seguras. O risco deve ser o menor possível, ciente de que estará sujeito a menores ganhos.  O investidor agressivo é aquele que procura retornos maiores em um curto espaço de tempo. Ele enfrenta um risco de perda maior.

 

O moderado tem características tanto conservadoras quanto agressivas e procura equilibrá-las, para se proteger por um lado de um risco que assume do outro.

 

Existem outros aspectos importantes a considerar, em busca da melhor decisão. Veja só:


- Quanto você pode investir?

Planeje metas confortáveis e de acordo com seu orçamento. Não adianta investir todo o seu 13º salário hoje, se amanhã terá de resgatá-lo. É melhor investir quantias menores, porém com frequência e disciplina.

- Por quanto tempo pode manter o dinheiro investido?

A melhor aplicação para você vai depender do tempo que tiver para investir. Avalie o tempo mínimo de investimento de cada aplicação e escolha aquela que condiz com seus objetivos.

- Qual o retorno esperado?

Quanto mais rentabilidade quiser atingir, mais riscos você vai ter de correr. Uma frase bastante comum no mercado financeiro traduz este conceito: “não existe almoço grátis”.