1

Hipóteses Atuariais

As hipóteses atuariais são um conjunto de premissas que servem para prever com antecedência o comportamento da população dos planos previdenciários, nos aspectos demográficos e da economia, especialmente em relação à taxa de juros, inflação e crescimento dos salários, dentre outras variáveis. Essas hipóteses são utilizadas para avaliar o equilíbrio atuarial dos planos previdenciários e são empregadas em cálculos atuariais para definir se os níveis de recursos financeiros dos planos estariam condizentes com seus compromissos (os benefícios que estão sendo pagos e os benefícios futuros) no longo prazo.

 

Estas hipóteses atuariais são avaliadas anualmente por meio de estudos de aderência e visam comparar o cenário descrito pelas referidas hipóteses com a realidade do plano previdenciário. Conheça a seguir quais são as hipóteses atuariais, os seus parâmetros e os fundamentos que levaram a Funcesp a adotá-los.

 

Hipóteses Atuariais do seu plano

 

 

HIPÓTESE ATUARIAL 2015 FUNDAMENTAÇÃO
Taxa de Desconto (ao ano) 5,67%

Reflete a expectativa futura dos ganhos com as aplicações financeiras – ou seja, o quanto se espera que será a rentabilidade dos investimentos no longo prazo. Estudos realizados com base na carteira e expectativa de retorno das diferentes classes de ativos confirmaram a aderência desses parâmetros.

Mortalidade Geral AT 2000 (masculina)

Representa o perfil da mortalidade dos participantes do plano com base na experiência dos últimos três anos.

Entrada de Invalidez Light Fraca

Representa a frequência com que os participantes do plano se invalidarão, durante o período laboral, com base na experiência dos últimos três anos.

Mortalidade de Inválidos AT 49

Representa o perfil de mortalidade dos últimos três anos da população de participantes inválidos dos planos previdenciários.

Rotatividade ExpR-2012

Experiência com as saídas dos participantes dos planos de previdência administrados pela Funcesp, conforme estudo realizado em 2013, que consistiu em avaliar as ocorrências observadas nos últimos três anos em relação ao resgate, portabilidade ou desistência. Essa hipótese não é considerada para BSPS e CV.

Crescimento Real de Salário
(ao ano)
3%

Representa a projeção do crescimento salarial médio dos participantes do plano até o momento da aposentadoria.

Inflação (ao ano) 4,5%

Representa a projeção de longo prazo da inflação e tem como referência número próximo ao centro da meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional – CMN.

Composição Familiar – benefício a conceder ExpCF-2014

Devido a uma maior frequência de substituição de beneficiários durante o período de formação do benefício considera-se como grupo familiar a média dos dependentes dos participantes, classificados por faixa etária, conforme estudo realizado em 2013.

Idade de Aposentadoria . tempo de serviço: 35 anos H ; 30 anos M
. filiação ao plano: 15 anos

A idade de aposentadoria é obtida com base na frequência acumulada ao nível de 70% com que os benefícios foram solicitados nos últimos 3 anos.

Crescimento Real da Unidade de Referência 1/3 da taxa de crescimento real de salários

Representa a projeção do crescimento da Unidade de Referência do Plano até o momento da Aposentadoria.

HIPÓTESE ATUARIAL 2014 FUNDAMENTAÇÃO
Taxa real de juros 5,25%

Reflete a expectativa futura dos ganhos com as aplicações financeiras – ou seja, o quanto se espera que será a rentabilidade dos investimentos no longo prazo. Estudos realizados com base na carteira e expectativa de retorno das diferentes classes de ativos confirmaram a aderência desses parâmetros.

Inflação (ao ano) 4,5%

Representa a projeção de longo prazo da inflação e tem como referência número próximo ao centro da meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional – CMN.

Mortalidade Geral AT 2000 (masculina)

Representa o perfil da mortalidade dos participantes do plano com base na experiência dos últimos três anos.

Crescimento Real de Salário (ao ano) 3%

Representa a projeção do crescimento salarial médio dos participantes do plano até o momento da aposentadoria.

Entrada de Invalidez Light Fraca

Representa a frequência com que os participantes do plano se invalidarão, durante o período laboral, com base na experiência dos últimos três anos.

Mortalidade de Inválidos AT 49

Representa o perfil de mortalidade dos últimos três anos da população de participantes inválidos dos planos previdenciários.

Rotatividade BD ExpR_2012

Experiência com as saídas dos participantes dos planos de previdência administrados pela Funcesp, conforme estudo realizado em 2013, que consistiu em avaliar as ocorrências observadas nos últimos três anos em relação ao resgate, portabilidade ou desistência. Essa hipótese não é considerada para BSPS e CV.

Composição Familiar ExpCF_2013

Devido a uma maior frequência de substituição de beneficiários durante o período de formação do benefício considera-se como grupo familiar a média dos dependentes dos participantes, classificados por faixa etária, conforme estudo realizado em 2013.

Idade de Aposentadoria . tempo de serviço: 35 anos H ; 30 anos M
. filiação ao plano: 15 anos

A idade de aposentadoria é obtida com base na frequência acumulada ao nível de 70% com que os benefícios foram solicitados nos últimos 3 anos.

Crescimento Real da Unidade de Referência 1/3 da taxa de crescimento real de salários

Representa a projeção do crescimento da Unidade de Referência do Plano até o momento da Aposentadoria.